sexta-feira, 30 de maio de 2008

Meu jeito de amar

Fui ver o pôr-do-sol

As ondas do mar

Fui e encontrei

Em cores de arco-íris

Com que sonhei

O teu amor.

Fui e encontrei

A tua vida.

Era noite

Olhei teu manto

De virgem

De natureza pura

E a única loucura

Que encontrei

Foi o luar

Que te beijava com ternura.


Renato 8A

2 comentários:

Colégio Elias Zarzur disse...

Parabéns...
Seu texto foi aprovado!

ROMASI disse...

Plágio. O poema tem dono e título. Título DESEJO

ESTE POEMA FOI PLAGIADO!!!
Este poema foi escrito por mim.
A prova está no meu blog e no motor de busca do GOOGLE
Autor do poema, devidamente registado, é Rogério Martins Simões
Pode ser encontrado o original em POEMAS DE AMOR E DOR
O poema encontra-se devidamente registado em Portugal na IGAC Inspecção-Geral das Actividades Culturais processo 2079/09.
De acordo com a Lei 16/08 de 1/4 estes poemas não caíram no domínio público apesar de editados por mim na sua forma original. Veja o artigo 38.º do código do Direito de Autor e dos direitos conexos C.D.A.D.C. actualizado pela atrás citada Lei
Dado que o poema foi plagiado copiarei o link e o texto plagiado para
Servir de prova.
Rogério Martins Simões
http://poemasdeamoredor.blogs.sapo.pt